Get Adobe Flash player
Aluna tem parada cardíaca e é salva pela professora em São José

Caso ocorreu na última sexta-feira (24) no Jardim das Indústrias.
Jovem recebeu massagem cardíaca até a chegada do resgate.

Suellen Fernandes Do G1 Vale do Paraíba e Região

4 comentários
Amanda (à direita) com a irmã e a mãe, em casa, após alta no início da tarde desta segunda-feira (27) (Foto: Suellen Fernandes/G1)Amanda (à direita) com a irmã (centro) e a mãe (à esquerda), em casa, após alta no início da tarde desta segunda-feira (27) (Foto: Suellen Fernandes/G1)

Os conhecimentos de uma professora fizeram a diferença entre a vida e a morte da estudante Amanda  Lisboa Venâncio, de 17 anos. Vítima de uma parada cardíaca na última sexta-feira (25) dentro da escola onde estuda, no Jardim das Indústrias, em São José dos Campos, no interior de São Paulo, a jovem foi salva pela docente que fez os primeiros socorros antes da chegada do resgate.

Até a chegada do atendimento médico, a professora que é novata na unidade e vai ao local apenas às sextas-feiras, realizou massagem cardíaca na jovem. Segundo os médicos, ação rápida foi fundamental para salvar a vida de Amanda.

De acordo com o médico da equipe de resgate, Eduardo Mostaro, do Hospital Municipal, o desfecho poderia ser outro, caso o socorro não fosse feito. "A reanimação foi feita da maneira adequada e possibilitou nosso trabalho. Com a chegada do resgate, demos dois choques com o desfibrilador para ela reagir. Agora estamos fazendo exames e investigando as causas da parada cardíaca", afirmou.

A professora teria sido treinada pelos bombeiros, por meio do projeto 'bombeiro educador', que vai às escolas e orienta alunos e professores para situações como essa. "Por meio deste trabalho, claro, que a nossa intenção é sempre ajudar a salvar vidas. Quanto mais rápido é o primeiro atendimento, maiores são as chances de sobreviver. E foi justamente este o caso", disse a sargento Karen Aparecida Maria da Conceição, do Corpo de Bombeiros de São José dos Campos.

Rotina
Já em casa - Amanda que teve alta no início da tarde desta segunda-feira (27) - a estudante  sabe que o incidente é uma oportunidade para recomeçar. "Só tenho a agradecer à professora, foi Deus que a colocou lá no momento certo", disse Amanda.

Ela relatou que no dia do ocorrido não recorda ter sentido mal estar antes da parada cardíaca. A jovem também não tinha histórico de problemas cardíacos.

Para a mãe da jovem,  Angela Lisboa Venâncio, o susto vai dando lugar ao alívio. "Deus usou a professora como um anjo e Deus deu uma nova chance de vida para minha filha. Ela nasceu de novo", disse.

Escola no Jardim das Indústrias, onde a jovem Amanda estuda (Foto: Suellen Fernandes/G1)Escola no Jardim das Indústrias, onde a jovem foi
salva. (Foto: Suellen Fernandes/G1)

A assessoria de imprensa da Secretaria Estadual da Educação, responsável pela gestão da Escola Estadual Professora Maria Aparecida Veríssimo Madureira, não autorizou a professora responsável pelo atendimento da jovem a conceder entrevista.

Por meio de nota, a secretaria informou que a aluna foi prontamente atendida e que comunicou imediatamente o ocorrido à família da estudante e ao resgate.

A secretaria salientou ainda que nunca recebeu qualquer tipo de informação por parte dos responsáveis pela adolescente em relação a eventuais problemas de saúde.

Ver mais.. http://g1.globo.com/sp/vale-do-paraiba-regiao/noticia/2012/08/aluna-tem-parada-cardiaca-e-e-salva-pela-professora-em-sao-jose.html

Visitas

094192
HojeHoje24
OntemOntem36
Está semanaEstá semana230
Este mêsEste mês1044
TotalTotal94192

Novas Turmas

Redes Sociais

Banner
Banner